Notícias

Enquanto SP avança, Mogi das Cruzes segue na Fase 2 da flexibilização

Durante coletiva de imprensa realizada na tarde desta sexta-feira (26), o Governo de SP anunciou que parte da região metropolitana avançou para a Fase 3 do plano de flexibilização.

Essa fase permite a reabertura, ainda que com restrições, de mais atividades econômicas, como bares, restaurantes e salões de beleza.

Enquanto a Grande SP avança na retomada do comércio, Mogi das Cruzes e as demais cidades do Alto Tietê seguem na Fase 2 (ver mapa abaixo).

Vale destacar também que vários municípios do interior paulista foram rebaixadas para a Fase 1 devido ao aumento no número de casos do novo coronavírus.

A coletiva de imprensa segue sendo transmitida ao vivo, via internet, por meio deste link.

Abaixo, o novo mapa da flexibilização no Estado de SP:

SOBRE O MAPA

Conheça o regramento para abertura dos estabelecimentos em cada uma das fases:

Fase 1 – vermelha
Na fase vermelha, ficam liberadas apenas as atividades consideradas essenciais.

Fase 2 – laranja
Na fase laranja, shoppings centers (com proibição de abertura das praças de alimentação), comércio de rua e serviços em geral podem funcionar com capacidade limitada a 20%, horário reduzido para quatro horas seguidas e adoção dos protocolos padrão e setoriais específicos. Fica proibida a abertura de bares e restaurantes para consumo local, salões de beleza e barbearias, academias de esportes em todas as modalidades e outras atividades que gerem aglomeração.

Fase 3 – amarela
Na fase amarela, shoppings centers (com proibição de abertura das praças de alimentação), comércio de rua e serviços em geral podem funcionar com capacidade a limitada 40%, horário reduzido para seis horas seguidas e adoção dos protocolos padrão e setoriais específicos. Adiciona-se à lista salões e barbearias, além de bares e restaurantes que estarão liberados apenas para atendimento ao ar livre. Academias e eventos que gerem aglomeração continuam com abertura suspensa.

Fase 4 – verde
Na fase verde, fica liberado o funcionamento de todos os estabelecimentos comerciais e de serviços, incluindo academias e praças de alimentação dos shoppings, desde que com capacidade limitada a 60% e adoção dos protocolos padrão e setoriais específicos. Ficam proibidos eventos que gerem aglomeração.

Fase 5 – azul
Retomada da economia dentro do chamado “novo normal”.


Compartilhe!